domingo, 17 de agosto de 2008

SOU NERD... MAS TÔ NA MODA!


MELHOR SER NERD... DO QUE SER NADA

Você sabe o que é um nerd... Heim?

Sabe aquele cara meio estranho, tímido, com pouca vida social, que adora ciência e tecnologia e tem hobbies diferentes, gosta de cultura oriental e coisas assim?

Se alguém o chamar de Nerd ou de Geek, um sub-tipo nerd, mais descolado e viciado em tecnologia , provavelmente não está fazendo um elogio. Ou está?

Por incrível que pareça, o nerdismo está na moda. Olhe na TV e no cinema e você perceberá isso. Até o fim dos anos 90, as séries mais populares eram as comédias urbanas, como Friends e Seinfeld.

Em 2007, muitos dos sucessos da programação têm uma queda nerd: seja solucionando crimes com alta tecnologia (os detetives de CSI), reinventando a medicina (o cabeçudo doutor de House), discutindo conceitos da física (as teorias por trás de Lost) ou super-poderes (em Heroes).

Essa overdose científica não acontece à toa. É o resultado de uma tendência: a temática dá boa audiência e as emissoras resolvem investir mais dinheiro nela. Tanto que uma das maiores apostas para a temporada é a série The Big Bang Theory (A Teoria do Big-Bang), onde os protagonistas, físicos do Instituto de Tecnologia da Califórnia, tentam conquistar garotas declamando conceitos da Teoria da Relatividade.

No horário nobre. Na 1ª semana de outubro, que marcou a estréia da temporada 2007 nos EUA, 3 programas nerds lideraram a audiência: House, Bionic Woman e CSI (A conta não inclui as hiperpopulares Lost e Heroes, que continuam de férias).

CSI foi tão bem-sucedida que deu origem a duas outras séries CSI New York e CSI Miami. Juntas, elas são seguidas por mais de 2 bilhões de pessoas, em 200 países. Agora, ser Nerd é legal, anunciou o vice-presidente da rede NBC, que já tinha Heroes e acaba de lançar Chuck, sobre um nerd que recebeu no cérebro o download de informações sigilosas.

Dá para ver o fenômeno na música também. O indie rock é a aposta das gravadoras para ganhar dinheiro e sobreviver ao inferno dos downloads piratas. O cinema também está na onda.

É o caso de perguntar o que está acontecendo com o mundo. Como aqueles meninos que babavam na gola, os mais ridicularizados do colégio, foram alçados a heróis dos nossos tempos?

Os nerds são muito mais importantes e necessários atualmente, explica o jornalista americano Neil Feineman, autor do livro Geek Chic The Ultimate Guide to Geek Culture (Guia da Cultura Geek, sem versão em português).

Quando Bill Gates começou a fazer fortuna, nos anos 80, passar a tarde no computador era motivo de chacota. Hoje, é impossível viver longe de um pc. A sua vida está cada dia mais digital e esse é um caminho sem volta. É aí que entram os nerds: são eles que vão nos guiar à terra prometida da revolução tecnológica. Vão consertar o computador de casa, recomendar softwares e ensinar a usar todos os recursos do iPhone. De quebra, vão explicar todos os mistérios de Lost!

Repare na diferença: o novo nerd é um cara legal, cujas habilidades são socialmente desejáveis por um sujeito que mesmo você, que não é nerd (ou é?), gostaria de ter como amigo.

Com tanta popularidade agora todo mundo quer ser nerd! Era natural que o mercado cultural refletisse as mudanças. A indústria dos games, passatempo preferido desse pessoal, já supera Hollywood: fatura US$ 13,5 bilhões anuais, contra US$ 9,5 bilhões dos estúdios de cinema. Até o perfil do jogador mudou: neste ano, pela primeira vez uma pesquisa mostrou as mulheres entrando como gamers. Tudo graças aos jogos online e ao console Wii da Nintendo, que inaugurou uma nova maneira de jogar, simples e acessível.

É apenas mais uma prova de que a tecnologia saiu do gueto dos garotos com espinhas. Ouça um grupo de meninas e você perceberá que elas falam sobre internet, não vivem sem iPod, sem blog, sem perfil no orkut.

Eu lembro que antigamente eu odiava ser rotulado como Nerd. Era complicado na época quando era adolescente e gostava de coisas como videogames, RPG, desenhos japoneses e coisas do gênero... Mas tenho orgulho de ser alguém Nerd em determinados assuntos. Tudo que sou hoje eu agradeço a minha nerdice! (Muitos Risos) e digo mais...

As pessoas comuns estão ficando mais nerds....
E os nerds estão ficando mais comuns!

N.E.R.D = Ney Espécime Raro Dominante

Escrito por um Nerd... (Lambda Lambda Lambda!)....

2 comentários:

deia disse...

Ixi acabei de descobri que sou Nerd kkkkkkkkkkkkkkk assito CSI , Doutor House ixiiiiiiiiii rsrsrs
Sempre fui Nerd e nao to nem ai kkkkkk
Sou e sempre fui feliz assim isso que importa!!!

Gisele disse...

Bom acho que nem preciso falar nada quanto a ser uma nerd né??? kkk
mas olha adorei o texto... e quer saber os 'comuns' que se cuidem pq estamos na área... hihihih